Reunião desta segunda-feira (4). Foto: Assessoria de Comunicação da Câmara de Itabirito

Informação da Assessoria de Comunicação da Câmara de Itabirito

PUBLICIDADE
WhatsApp Minuto Mais

Durante reunião da Câmara de Itabirito (MG) desta segunda-feira (4), os vereadores discutiram a propaganda que ocupou duas páginas do caderno especial “Descubra Minas”, da revista veja. O espaço, pago pela Prefeitura, divulgou a programação do Julisfet. O caderno especial de Veja se limitou ao estado de Minas Gerais.

Nas redes sociais, a informação que circulou foi de que o Município teria desembolsado R$ 500 mil para obter o espaço na revista. Tal informação teve como base uma tabela de preço disponibilizada na internet pela Editora Abril (responsável pela revista). Contudo, o que foi comprado pela Prefeitura não consta em tal tabela. Ou seja, não há referência a valores de espaços para caderno especiais com circulação restrita a Minas Gerais.

A Prefeitura por meio do líder do governo, vereador Renê Butekus (PSDB) apresentou o valor pago: R$ 14.500. A nota fiscal foi mostrada pelo edil.

Nota fiscal do Grupo Abril para a Prefeitura de Itabirito. Parte 1

“Trata-se de um valor irrisório para uma revista como a Veja”, disse Renê.

Para o líder do governo, “se o prefeito tivesse investido R$ 500 mil no anúncio, ele (o prefeito) estaria doido”.

Ainda segundo Renê, o investimento é válido para divulgar um importante festival de Itabirito. “O Julifest fomenta o comércio, a loja de roupa, o restaurante, a sorveteria. A festa sem o turista não vende. As associações precisam de lucros elevados para manter as atividades durante o ano”, disse.

De acordo com Max Fortes (PSB), deve-se olhar para o custo-benefício de uma boa divulgação da festa. “Isso retorna para a cidade. Importante para a geração de renda”, disse o vereador do PSB que ainda garantiu que no ano passado o Julifest custou cerca de R$ 2 milhões. “O faturamento bruto das barracas das associações comunitárias, em 2017, girou em torno de  R$ 1.200.000. Isso sem contar as vantagens para o comércio local, como a rede hoteleira, por exemplo”, exemplificou.

Nota fiscal do Grupo Abril para a Prefeitura de Itabirito. Parte 2

Ainda segundo o vereador, os maiores lucros do comércio de Itabirito são em cinco datas: Dia das Mães, Dia dos Namorados, Julifest e Natal (nessa ordem, segundo o vereador).

Apesar de o valor de R$ 500 mil ter sido especulado por opositores do prefeito (muitos deles com perfis fakes). A bancada de oposição não se pronunciou a respeito do assunto na reunião.

Todavia, o vereador de situação Geraldo Mendanha (PSD) disse: “O vereador de oposição acha que está tudo ruim. Julifest hoje é mais importante que Carnaval. Todo mundo bateu no Carnaval e olha como foi a festa este ano”, disse o vereador no intuito de dizer que a folia carnavalesca de Itabirito foi boa em 2018.