Itabirito: Bolotinha é eleito presidente da Câmara ao lado de Rose e Rildo

Bolotinha, Rose da Saúde e Rildo: a nova direção da Câmara de Itabirito - Foto: Adalberto Oliveira/Minuto Mais

Bolotinha, Rose da Saúde e Rildo - Foto: Adalberto Oliveira/Minuto Mais
Bolotinha, Rose da Saúde e Rildo – Foto: Adalberto Oliveira/Minuto Mais

“Há mais mistérios entre o céu e a terra, do que toda a nossa vã filosofia”. A frase de Shakespeare “cai como uma luva” nos relacionamentos entre parlamentares de todo o mundo. Os mistérios do mundo do poder são incontáveis e alguns nunca serão sabidos pelo povo. Na Câmara de Itabirito, não é diferente. Rixas pessoais, promessas não cumpridas e outros detalhes (de mais ou menos gravidade) resultaram na vitória de Luís Fernando Bolotinha como novo presidente da Casa Legislativa, na segunda-feira, dia 16.

Na verdade, nas duas chapas concorrentes somente o nome Bolotinha constava na presidência. A chapa 1 (a vitoriosa) era Bolotinha (presidente), Rose da Saúde (vice) e Rildo Xavier (secretário).  A chapa 2 era, novamente, Bolotinha (presidente), Davi Mió Que Tem (vice) e Max Fortes (secretário).

A chapa 2 foi uma estratégia da situação de manter na direção da Câmara nomes “mais fiéis” à atual administração da Prefeitura. Contudo, essa formação não tinha o consentimento de Bolotinha.

O resultado já era esperado: a  chapa 1 venceu (por 7 votos contra 6) tendo como integrantes dois vereadores que se elegeram por meio de coligações oposicionistas ao prefeito Alex Salvador. Por causa disso, a vitória de Bolotinha (na chapa 2) não foi bem “digerida” por alguns gestores da Prefeitura.

Na teoria, o próprio Bolotinha foi eleito vereador em uma coligação adversária ao atual prefeito. Na prática, ele sempre se mostrou do lado de Alex.

Arnaldo

Bolotinha com colegas, amigo e familiares - Foto: Adalberto Oliveira/Minuto Mais
Bolotinha com colegas, amigo e familiares – Foto: Adalberto Oliveira/Minuto Mais

O atual presidente Arnaldo nem sequer disputou a presidência. Os possíveis desentendimentos entre ele e Bolotinha, fizeram com que não houvesse a tentativa de reeleição. Haja vista a certeza da vitória de Luís Fernando.

Sabe-se que havia um “acordo de cavalheiros” entre Arnaldo e Bolotinha. Por meio do qual, Bolotinha assumiria a presidência imediatamente depois de um ano com Arnaldo no poder.

Arnaldo, com o apoio dos vereadores de situação, teria mudado de ideia, ou seja, quis ser reeleito. Bolotinha não concordou e montou uma chapa com integrantes da oposição. Os acordos e desacordos antes mesmo da votação, fizeram com que Arnaldo “tirasse seu time de campo”.

O resultado não significa necessariamente que a mesa diretora será oposicionista ao prefeito Alex Salvador. Haja vista que Bolotinha nunca se mostrou como oposição à atual Prefeitura. E Rose, por sua vez, tem também tido atitudes simpáticas ao governo. Mesmo assim, o resultado trouxe desgastes.

A verdade é: pouquíssimas coisas mudarão na relação Câmara/Prefeitura. Mas alguns orgulhos, esses sim, ficaram feridos.

Sem transmissão ao vivo

A reunião da votação, que elegeu Bolotinha como presidente, não pôde ser transmitida pelo Minuto Mais. O motivo foi a falta de internet na sala de transmissão.

Bolotinha com membros da oposição - Foto: Adalberto Oliveira/Minuto Mais
Bolotinha com membros da oposição – Foto: Adalberto Oliveira/Minuto Mais

Deixe seu comentário: