maio 29, 2024

Minuto Mais

Informações sobre Brazil. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Journaloleme

Violação de dados do MoD: detalhes pessoais das Forças Armadas do Reino Unido foram acessados ​​em um hack

Violação de dados do MoD: detalhes pessoais das Forças Armadas do Reino Unido foram acessados ​​em um hack
  • Por Alex Forsyth
  • Correspondente político, BBC News

As informações pessoais de um número desconhecido de militares servindo no Reino Unido foram acessadas em uma grande violação de dados, apurou a BBC.

O hack teve como alvo o sistema de folha de pagamento usado pelo Ministério da Defesa, que inclui os nomes e dados bancários de atuais e de alguns ex-membros das forças armadas.

Num número muito pequeno de casos, os dados podem incluir endereços pessoais.

Não se sabe quem estava por trás do hack ou para que os dados poderiam ser usados.

Os dados, descritos como “informações pessoais do tipo HMRC”, referem-se a membros atuais e antigos da Marinha Real, do Exército e da Força Aérea Real ao longo de vários anos.

O sistema foi gerenciado por um contratante externo e nenhum dado operacional do DoD foi obtido.

Entende-se que o Ministério da Defesa tomou medidas imediatas e o sistema foi encerrado, enquanto as investigações ainda estão em curso.

O Ministério da Defesa está a trabalhar para notificar as pessoas afectadas e fornecer-lhes apoio e aconselhamento, incluindo educar as organizações de veteranos sobre o que aconteceu.

O secretário de Defesa, Grant Shapps, deverá informar os parlamentares sobre o hack na Câmara dos Comuns na terça-feira.

Espera-se que ele desenvolva um “plano multiponto” em resposta, que incluirá medidas para proteger homens e mulheres em serviço afetados.

Embora não tenha sido revelado quem estava por trás deste hack, ele ocorre em meio a alertas crescentes sobre ameaças à segurança cibernética que o Reino Unido enfrenta por parte de países hostis e terceiros.

Instituições públicas e empresas privadas também foram alvo de hackers que exigem resgate.

A Polícia Metropolitana disse que não estava envolvida em nenhuma investigação nesta fase.