abril 15, 2024

Minuto Mais

Informações sobre Brazil. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Journaloleme

Jato particular ligado à Rússia é reservado enquanto sanções de voo do Reino Unido apertam

Jato particular ligado à Rússia é reservado enquanto sanções de voo do Reino Unido apertam

Pistas são vistas no céu enquanto um avião sobrevoa Londres enquanto a bandeira do Reino Unido tremula ao vento em 10 Downing Street, em Londres, Grã-Bretanha, 29 de janeiro de 2022. REUTERS/May James

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

LONDRES (Reuters) – O Reino Unido disse nesta quarta-feira que apreendeu um avião ligado a um bilionário russo sob novas sanções de aviação que dão às autoridades o poder de apreender qualquer avião russo e proibir exportações de produtos aeronáuticos ou relacionados ao espaço para a Rússia.

Medidas para fortalecer a ação contra aeronaves russas significam que qualquer voo ou pouso no Reino Unido é crime. Consulte Mais informação

O Ministério das Relações Exteriores disse em comunicado que a proibição inclui qualquer aeronave de propriedade, operada ou alugada por qualquer pessoa associada à Rússia ou indivíduos ou entidades específicas, e incluirá a autoridade para deter qualquer aeronave de propriedade de pessoas associadas à Rússia.

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

O secretário de Transportes, Grant Shapps, disse que um avião já havia sido reservado no aeroporto de Farnborough, no sul da Inglaterra, enquanto outras investigações estavam em andamento.

Uma fonte do governo britânico disse que o jato particular estava ligado a Eugene Schweedler, sócio bilionário do proprietário do Chelsea Football Club, Roman Abramovich. Leia mais Shvidler não pôde ser contatado imediatamente para comentar.

“Sabemos que não é uma empresa russa que possui o avião, mas sim um avião registrado em Luxemburgo. Estamos realizando mais verificações antes do lançamento”, disse Shapps à rádio LBC.

READ  Como o General Charles Brown se tornou Presidente do Estado-Maior Conjunto

O Ministério dos Transportes disse que está trabalhando com a Autoridade de Aviação Civil para esclarecer os detalhes da aeronave registrada na GlobalJet Luxembourg.

“Proibir aeronaves com bandeira russa do Reino Unido e tornar uma ofensa criminal pilotá-las levará a mais problemas econômicos para a Rússia e para aqueles próximos ao Kremlin”, disse a secretária de Relações Exteriores Liz Truss.

O Ministério das Relações Exteriores disse que introduzirá nova legislação na quarta-feira para implementar as medidas, que também incluem o poder de remover qualquer aeronave britânica do registro de indivíduos e entidades russas sancionadas.

As novas sanções também proibirão as exportações relacionadas ao setor aeroespacial, incluindo seguros e resseguros.

O comunicado disse que isso significaria que a cobertura de seguro das apólices existentes seria retirada e que as companhias de seguros e resseguros sediadas na Grã-Bretanha não seriam capazes de pagar sinistros sobre as apólices existentes nesses setores.

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

Reportagem adicional de William James, Elizabeth Piper e Michael Holden; Edição por Clarence Fernandez, Shree Navaratnam, Elaine Hardcastle

Nossos critérios: Princípios de Confiança da Thomson Reuters.