Casa diariamente invadida por escorpiA�es e baratas. Esse A� o drama de Lucas Carvalho que reside na vizinhanA�a do CemitA�rio SA?o JoA?o Batista (conhecido como cemitA�rio velho), no Centro de Itabirito (MG). Ele mora a 100 metros do local e vive esse pesadelo hA? 4 anos.

Tal situaA�A?o acontece em residA?ncias de atA� 500 metros do cemitA�rio.A�

Segundo Lucas, recentemente, na vizinhanA�a, um escorpiA?o, que estava dentro de uma bota, picou um homem quando ele foi calA�A?-la. Lucas relatou tambA�m que um desses animais peA�onhentos foi encontrado embaixo do travesseiro de um recA�m-nascido hA? cerca de dois meses.A�A�

O morador escreveu a seguinte mensagem na rede Facebook: a�?A gente conversa, a gente pede, a gente solicita, a gente protocola, a gente tem paciA?ncia e faz tudo do jeito certo, mas nA?o temos nenhum A?xito. Eu juro que nA?o sei mais o que fazer. AtA� quando, senhor prefeito, que as incompetA?ncias sua e de seus subordinados vA?o? SerA? que A� preciso fazer as coisas da forma errada para dar certo? Eu jA? estou cansado dessa situaA�A?o e vocA?s sA? vA?m com panfletos e conversa mole a�?proa�� lado da gente (…). Quanto desrespeito! SerA? que isso nA?o A� um problema grave?a�?

Em entrevista,A�Lucas disse que moradores criam galinhas-da��Angola para combater os escorpiA�es. a�?Se nA?o fossem elas, terA�amos atA� mais problemasa�?, acredita ele.

Ainda de acordo com Lucas, escorpiA�es sempre existiram na A?rea do cemitA�rio, mas de quatro anos para cA?, o problema se agravou. a�?Em trA?s meses, matei mais de 40 escorpiA�es. Antes, aparecia um a cada cinco anosa�?, afirmou.

Lucas acredita que o problema A� que a Prefeitura nA?o vem combatendo as baratas (alimentos dos escorpiA�es) de maneira satisfatA?ria. a�?Os funcionA?rios pA?blicos vA?m aqui de dia, dA?o uma olhada e vA?o embora, quando na verdade os escorpiA�es aparecem mais A� noitea�?. A�A�

Por meio do vereador de oposiA�A?o Ricardo Oliveira (PSB), o caso serA? levado (mais uma vez) para ser discutido na CA?mara de Vereadores de Itabirito.

Resposta da Prefeitura

Em contato com a VigilA?ncia em SaA?de da Prefeitura de Itabirito, a reportagem foi informada de que aA�A�es acontecem quinzenalmente na A?rea para tentar controlar aracnA�deos e insetos. Segundo a direA�A?o da VigilA?ncia em SaA?de, um texto estA? sendo feito para explicar a situaA�A?o aos moradores da regiA?o. Texto esse que deve ser publicado ainda esta semana.