GM conversa com alunos do Cemi. Foto: GM Itabirito

Na noite de terA�a-feira (10), a Guarda Civil Municipal (GM) esteve no Centro Educacional de Itabirito (Cemi), que estA? funcionando provisoriamente na Quadra do bairro Santa Rita, conversando com duas turmas 3A e 1B. A�O comandante Oliveira, o subcomandante Aredes e o inspetor Moreira falaram com os jovens sobre direito, respeito e cidadania. Isso durante a aula de diversidade. Questionamentos foram feitos pelos estudantes. DiscriminaA�A?o na hora da abordagem policial foi um dos assuntos. a�?Fui conduzido sA? porque eu falei a�?um negA?cioa�� com o guardaa�? ou a�?A GM A� violenta com a gentea�?, foram algumas das frases ditas.

PUBLICIDADE
WhatsApp Minuto Mais

O encontro teve a intenA�A?o de aproximar os estudantes do mundo da legalidade e do respeito mA?tuo. a�?Quando a GM chega a conduzir o jovem, o sistema perdeu. O serviA�o de prevenA�A?o falhoua�?, disse o inspetor Moreira.

O bate-papo com os alunos tambA�m teve a intenA�A?o de diminuir a distA?ncia entre Guarda Civil Municipal, jovens e sociedade. a�?NA?o somos uma instituiA�A?o repressora. Mas os alunos, por exemplo, tA?m de entender que eles precisam respeitar as normas da escolaa�?, garantiu Moreira.

A GM informou que estarA? sempre na porta do Cemi cuidando da seguranA�a durante e entra e sai de estudantes, e que entrarA? em sala de aula para conversar com os alunos quando a direA�A?o da instituiA�A?o requisitar.

Nos mesmos moldes, a guarda vai conversar com outras turmas do Centro Educacional de Itabirito a pedido da escola.