maio 25, 2022

Minuto Mais

Informações sobre Brazil. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Journaloleme

Regulador bancário diz que China não aderirá a sanções à Rússia

Regulador bancário diz que China não aderirá a sanções à Rússia

Guo Shuqing, chefe da Comissão Reguladora de Bancos e Seguros da China, participou de uma coletiva de imprensa do Gabinete de Informação do Conselho de Estado sobre a promoção do desenvolvimento de alta qualidade do setor bancário e de seguros em 2 de março de 2021 em Pequim.

Vcg | Grupo Óptico da China | Imagens Getty

PEQUIM (Reuters) – A Autoridade de Supervisão Bancária e de Seguros da China disse nesta quarta-feira que o país se opõe e não aderirá a sanções financeiras contra a Rússia.

“Todo mundo está assistindo ao recente conflito militar, ou guerra, entre a Rússia e a Ucrânia”, disse Guo Shuqing, chefe da Comissão Reguladora de Bancos e Seguros da China, em uma entrevista coletiva em mandarim, de acordo com uma tradução da CNBC. “A posição da China foi claramente declarada pelo Ministério das Relações Exteriores. Nossas políticas internacionais são consistentes.”

“Em termos de sanções financeiras, não apoiamos isso”, disse Guo, referindo-se à oposição particular a sanções “unilaterais”, que, segundo ele, não tratam efetivamente dos problemas. “A China não vai aderir a essas sanções.”

Guo também é secretário do PCC do Banco Popular da China, o banco central do país. Na quarta-feira, ele acrescentou que esperava que todas as partes pudessem manter as trocas econômicas normais e que as sanções não tiveram um impacto óbvio na China até agora.

O Ministério das Relações Exteriores da China se recusou a descrever o ataque da Rússia à Ucrânia como uma invasão. A linha de Pequim era promover negociaçõesA China está tentando se distanciar da Rússia ainda mais do que foi retratado no início de fevereiro durante uma reunião de alto nível entre o presidente chinês Xi Jinping e o presidente russo Vladimir Putin.

READ  Casos de Covid, reforços de vacinas e notícias BA.2: atualizações ao vivo

O Estados Unidos, Reino Unido e União Europeia Esforce-se para dar um tapa Sanções na RússiaPrimeiro, em um esforço para evitar conflitos com a Ucrânia, e depois para pressionar Putin a parar sua invasão da Ucrânia.