junho 24, 2024

Minuto Mais

Informações sobre Brazil. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Journaloleme

Autoridades disseram que os Estados Unidos estão se preparando para enviar mísseis Patriot para a Ucrânia

Autoridades disseram que os Estados Unidos estão se preparando para enviar mísseis Patriot para a Ucrânia

“Infelizmente, a Rússia ainda tem vantagem em artilharia e mísseis”, disse ele. Ele solicitou artilharia adicional, bem como tanques modernos – equipamentos que a Ucrânia solicitou repetidamente, junto com caças e mísseis de longo alcance.

A decisão de enviar o sistema Patriot seria um forte sinal do profundo compromisso militar dos Estados Unidos com a Ucrânia. Unidades Patriot ativas se deslocam para o Pentágono com frequência em missões ao redor do mundo, e especialistas dizem que os Estados Unidos não têm o tipo de estoques profundos de mísseis Patriot disponíveis para transporte que possuem com munições como projéteis de artilharia e foguetes.

Uma bateria Patriot pode ser configurada de várias maneiras, normalmente consistindo em um lançador, radares e um ou mais veículos para comando e controle de operações de defesa aérea.

O sistema usa três modelos diferentes de mísseis, de acordo com especialistas do Projeto de Defesa contra Mísseis do Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais, um think tank de Washington.

O primeiro, chamado Iniciativa de Redução de Custo PAC-3, ou CRI, pode atingir aviões de guerra inimigos, helicópteros e mísseis de cruzeiro em um alcance de cerca de 40 milhas e alvos de mísseis balísticos em um alcance de 22 milhas. Analistas do Projeto de Defesa contra Mísseis disseram que o segundo alvo, chamado PAC-3 Missile Segment Enhancement, ou MSE, pode atingir os mesmos tipos de alvos em alcances de 75 milhas e 44 milhas, respectivamente. O terceiro, chamado Tactical Missile Enhanced Guidance, ou GEM-T, pode destruir aeronaves inimigas a até 99 milhas de distância.

Não está claro qual marca ou modelo de mísseis os Estados Unidos pretendem enviar para a Ucrânia.

READ  A companhia aérea militar mexicana está subindo aos céus, com seu primeiro voo para o resort de Tulum

O Pentágono já havia fornecido à Ucrânia Duas armas de defesa aérea de curto alcance chamadas de Sistema Avançado de Mísseis Superfície-Ar, ou NASAMS, que chegou em novembro. O Pentágono está gastando US$ 1,2 bilhão para construir seis NASAMS e entregá-los a Kiev nos próximos anos. Mas o NASAMS só pode atingir alvos cerca de um terço do sistema Patriot.

O Exército dos EUA implantou baterias Patriot em vários conflitos desde o início dos anos 1990. Talvez no mais recente uso de armas em combate, soldados do Exército dos EUA na Base Aérea de Al Dhafra, nos Emirados Árabes Unidos, dispararam “vários” interceptadores Patriot contra mísseis que se dirigiam à base em janeiro. De acordo com o Comando Central dos EUA.