fevereiro 24, 2024

Minuto Mais

Informações sobre Brazil. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Journaloleme

As forças israelenses disseram ter encontrado uma grande fábrica subterrânea de armas em Gaza

As forças israelenses disseram ter encontrado uma grande fábrica subterrânea de armas em Gaza

Escrito por Ronen Zvulun

BURIJ, Gaza (Reuters) – As forças israelenses encontraram o que disseram ser o maior local de produção de armas já descoberto em Gaza, incluindo oficinas subterrâneas que disseram ter sido usadas para produzir mísseis de longo alcance capazes de atingir alvos no norte de Israel.

O exército disse que, além dos mísseis, as oficinas produziam cópias ou modificações de munições padrão, como morteiros, e estavam ligadas através de colunas subterrâneas a uma rede de túneis usados ​​para transportar armas para unidades de combate em toda a Faixa de Gaza.

Na segunda-feira, o exército israelita levou um grupo de jornalistas para visitar o local na área de Bureij, no meio do estreito enclave costeiro, que foi devastado por semanas de bombardeamentos e combates terrestres.

Uma variedade de tubos, componentes metálicos e invólucros foram empilhados em uma área de oficina acima do solo, enquanto em outra área, longas prateleiras de metal podiam ser vistas contendo mísseis, com um elevador que descia para o túnel.

“…Do elevador, os mísseis são contidos em um local seguro e depois descem para outras áreas dentro do sistema de túneis”, disse o principal porta-voz militar, almirante Daniel Hagary.

Ele disse: “Em um lugar você faz mísseis, e em outro você os lança”.

O local foi o mais recente de uma série de vastos túneis confiscados pelos militares desde a invasão de Gaza, que foi lançada na sequência do ataque de 7 de Outubro ao sul de Israel pelo Hamas.

As autoridades israelitas dizem que o Hamas localiza deliberadamente infra-estruturas militares, incluindo túneis, em áreas civis, a fim de dificultar o ataque. O Hamas nega e diz que Israel ataca alvos civis indiscriminadamente.

READ  Pessoal americano ficou ferido em um ataque com mísseis a uma base aérea iraquiana por insurgentes apoiados pelo Irã

Mais de 22 mil palestinos foram mortos na operação israelense, segundo autoridades de saúde palestinas, e a maioria dos 2,3 milhões de residentes foram forçados a fugir de suas casas para uma pequena área no sul.

A maior operação israelita de sempre em Gaza foi lançada na sequência do ataque perpetrado por militantes do Hamas em 7 de Outubro, que levou à morte de mais de 1.200 pessoas no sul de Israel e à manutenção de cerca de 240 reféns, segundo estatísticas israelitas.

(Escrito por James McKenzie, editado por Cynthia Osterman)