junho 13, 2024

Minuto Mais

Informações sobre Brazil. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Journaloleme

21 de março de 2022 notícias da Rússia e da Ucrânia

21 de março de 2022 notícias da Rússia e da Ucrânia

O jornal russo Komsomolskaya Pravda publicou, e depois apagou, um relatório de que o Ministério da Defesa russo registrou 9.861 mortes de forças armadas russas na guerra na Ucrânia.

A reportagem do tablóide dizia originalmente: “De acordo com o Ministério da Defesa russo, as Forças Armadas russas, durante a operação especial na Ucrânia, perderam 9.861 mortos e 16.153 feridos”.

A CNN analisou o código HTML do site indicando que o artigo foi publicado na segunda-feira às 12h09, horário de Moscou.

Segundos depois que a CNN leu o artigo original – às 21h56, horário de Moscou, por HTML – a história foi atualizada e todas as referências à contagem de mortes foram removidas. Esta atualização no site do veículo veio logo após o artigo começar a atrair a atenção das postagens nas redes sociais, que citavam o número de mortes.

Algumas informações básicas: Desde 2 de março, a Rússia não informa o número de mortes de militares. O relatório original do tablóide está de acordo com as estimativas do Departamento de Defesa dos EUA, que dizem que há até 10.000 militares russos mortos.

Após a atualização, o Komsomolskaya Pravda publicou mais tarde uma declaração de que “o acesso à interface de administração foi hackeado” e que “uma entrada falsa foi feita em um dos boletins”.

Eles alegaram que “informações imprecisas foram imediatamente removidas”. A análise da CNN mostrou que a atualização veio 21 horas depois.

READ  Gangster Maninder Dhaliwal, amigo morto em tiroteio canadense em Vancouver: The Tribune India