Hawking, cujo livro "Uma Breve História do Tempo", lançado em 1988, se tornou um best-seller e o levou ao estrelato, dedicou a vida a desvendar os mistérios do universo - Foto: Joe Giddens / TNS

Um gA?nio que apesar da doenA�a degenerativa, esbanjava bom humor. Para se ter uma ideia, era participaA�A?o certa na comA�dia The Big Bang Theory e quando fazia apostas com seus amigos cientistas, o pagamento eram assinaturas da revista Penthouse.

PUBLICIDADE
WhatsApp Minuto Mais

Stephen William Hawking era fA�sico britA?nico. Nesta quarta-feira, ele morreu aos 76 anos em sua casa na Inglaterra.

Era o cientista mais conhecido da atualidade. Abordou temas como a natureza da gravidade e a origem do universo. Ele sofria de esclerose lateral amiotrA?fica.

Segundo o portal G1, a morte foi comunicada por sua famA�lia A� imprensa inglesa. “Estamos profundamente tristes pela morte do nosso pai hoje”, disseram seus filhos Lucy, Robert e Tim.

Stephen Hawking recebe a Medalha Presidencial da Liberdade do entA?o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, na Casa Branca. Foto: Jewel Samad / AFP Photo

A causa da morte ainda nA?o foi divulgada.

Ainda segundo o portal, Hawking nasceu em 8 de janeiro de 1942, exatamente 300 anos apA?s a morte de Galileu, e morreu na mesma data do nascimento de Albert Einstein (14 de marA�o de 1879).

Era o mais respeitado ateu do planeta. a�?Se Deus existe, ele nA?o foi muito legal comigoa�?, disse ele em meio a gargalhadas sinceras.

No final da dA�cada de 1960, Stephen Hawking ganhou fama com sua teoria da singularidade do espaA�o-tempo, aplicando a lA?gica dos buracos negros a todo o universo. Ele detalharia o tema ao pA?blico em geral no livro “Uma breve histA?ria do tempo”, um best-seller.

Em 2014, sua histA?ria de vida foi contada no filme “A teoria de tudo”, que rendeu o Oscar de melhor ator a Eddie Redmayner, que interpretou o fA�sico no cinema.