Marcelle Porto Cangussu, médica do trabalho, primeira vítima confirmada. Foto: reprodução de Facebook

Por causa do rompimento de uma barragem de rejeito de minério que aconteceu em Brumadinho (MG), nesta sexta-feira (25), 34 pessoas morreram até agora.

No momento (neste sábado, 26, às 17h46) são 299 desaparecidos (segundo a Vale) e 176 pessoas encontradas com vida.

Marcelle Porto Gangussu foi a primeira morte confirmada da tragédia.

Ela era médica do trabalho, e familiares confirmaram, pelas redes sociais, a morte da profissional que trabalhava na Vale.

Deixe seu comentário: