Mariana: Thiago (7) é encontrado morto, Emanuely (5) continua desaparecida

Nota da Redação: infelizmente, Thiago Damasceno Santos foi encontrado morto, segundo o jornal Estado de Minas com base em informações da Prefeitura de Mariana. O corpo foi encontrado por meio um drone em meio à lama. “Tenho que aceitar a verdade. Só não quero ver o corpo do meu filho. Vou fazer de conta que ele está dormindo ou viajando. Era meu único filho. Minha vida acabou”, desabafou a mãe de Thiago, Geovanna Rodrigus. A seguir, a matéria original do Minuto Mais antes da confirmação da morte.

Passados dois dias da tragédia que abalou Minas com o rompimento de duas barragens de rejeito em Mariana, as chances de encontrar os desaparecidos com vida são cada vez menores.

A soldadora Geovana Rodrigues, de 27 anos, espera informações do filho Thiago Damasceno Santos, de 7 anos. Ele está desaparecido desde quinta-feira, dia 5, data do desastre.

“Não tenho mais esperança, tenho que aceitar a verdade”, disse ela ao site G1 na manhã deste sábado, dia 7. Ela conta que o filho estava com a sogra dela, que foi arrastada pela lama, após o rompimento. A sogra de Giovana foi resgatada e levada para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII. “Meu filho não conseguiu. Estava dentro do quarto”, diz chorando.

De acordo com um engenheiro mecânico, com mais de 30 anos de experiência em mineração, que não quis se identificar “de fato as chances de encontrar desaparecidos com vida agora são quase nulas. E como se não bastasse, muitos corpos não serão encontrados”, afirma.

Ainda segundo o G1, há informações de outra criança ainda não localizada pela família, Emanuely, de 5 anos. A tia da menina, Denise Isabel Monteiro, conta que a criança sumiu quando o mar de lama tomou o distrito de Bento Rodrigues. Segundo Denise, o irmão dela, Wesley Isabel, tentou salvar os dois filhos na hora em que “começou a descer o barro”, mas a enxurrada de lama fez com que ele se perdesse de Emanuely e de Nícolas, de 2 anos. Denise diz que o irmão, a cunhada e sobrinho menor foram resgatados, mas a garota não foi encontrada.

O Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte, informou que Thiago e Emanuelly não estão entre os internados. Seis pessoas – quatro adultos e duas crianças – seguem hospitalizadas neste sábado, dia 7. Segundo Adebal Andrade Filho, plantonista do Serviço de Toxicologia do hospital, os pacientes internados por terem ingerido lama não apresentaram sinais de intoxicação por ferro. Mas ainda é necessário que continuem em observação.

Deixe seu comentário: