Armas apreendidas. A imagem foi cortada para melhor adaptação ao Facebook. Imagem completa nesta mesma página. Foto: PMMG

Com a apreensão de mais dois revólveres na sexta-feira (16), em Águas Claras, distrito de Mariana (Região Central de Minas), aumentou em 25% o número de armas de fogo apreendidas no município marianense no período de janeiro a 18 de março de 2018, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Como foi

Por volta de 16h, policiais militares receberam informações de que dois homens estariam vendendo armas de fogo na região, utilizando um veículo Ford Escort, de cor preta.

Armas e munições apreendidas significaram o aumento das apreensões em 25% na cidade de Mariana. Foto: PMMG

Então, foi realizado um rastreamento, e a equipe policial prendeu em flagrante um indivíduo que possuía, ilegalmente, em sua residência dois revólveres do calibre 38, e 18 cartuchos do mesmo calibre. Bem como, seis cartuchos do calibre 380 e 28 cartuchos do calibre 32 – todos intactos.

O autor afirmou que comprou um dos revólveres dos dois indivíduos denunciados (que não foram encontrados pela PM).

Ele foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil, onde também foram entregues as armas e munições apreendidas pela PM.

Aumento

Trata-se da maior aumento de apreensão de armas de fogo em Mariana no período, desde 2014.

De acordo com o comandante da 239ª Cia PM do 52º Batalhão da Polícia Militar, Capitão PM Wagner Souza, “a companhia tem alcançado êxito na apreensão de armas de fogo devido à intensificação das abordagens em indivíduos em atitude suspeita; ao lançamento das guarnições, sobretudo da Patrulha de Operações nos horários de maior incidência criminal; ao conhecimento e acompanhamento dos infratores que atuam na área; e à aproximação dos policiais militares com a comunidade que auxilia no planejamento de ações, por meio do compartilhamento de informações”.

Com informações da Assessoria de Comunicação da PMMG