Vereador Arnaldo. Foto: Comunicação da Câmara

Na mais recente reunião ordinária da Câmara de Itabirito, o vereador Arnaldo (MDB) falou sobre o trabalho da Guarda Civil Municipal. Para ele, a GM tem trabalhado na prevenção de crimes atuando no Centro da cidade, coibindo a ação de bandido contra comerciantes e consumidores, bem como na prevenção de infração de trânsito.

Ele exemplificou que, com os novos valores das multas, a GM durante 3 meses fez blitze educativas pelas ruas do centro da cidade.

O vereador destacou a atuação da GM no caso da falsificação de notas que gerou repercussão na cidade. Duas meliantes envolvidas no crime foram presas. “A Guarda na ocasião foi parabenizada pela Polícia Federal pelo zelo e pela forma com que atuou”, disse o vereador.

Arnaldo disse que todos os guardas desempenham bom trabalho, e destacou o inspetor Caldeira. “Um cara fino e atuante”, opinou o edil.

Reajuste    

Arnaldo, em nome do prefeito Alex Salvador (PSD), ainda anunciou na reunião de segunda-feira (7) o reajuste salarial de 10% que será concedido pelo Poder Executivo aos funcionários da Prefeitura de Itabirito.

Ele salientou que o Município queria oferecer mais e se esforçou para isso, mas “foi o limite que a Prefeitura conseguiu chegar”, disse.

O vereador de oposição Ricardo Oliveira (PPS) afirmou que vê com satisfação o rejuste. “Mas para um déficit de 5 anos, poderia ser melhor”, acredita ele.

O edil do PPS também espera uma “boa notícia” com relação ao possível aumento no valor do “vale cesta” concedido a parte dos servidores municipais.

O líder do governo, Renê Butekus (PSDB), presidindo a Casa, enumerou situações que, segundo ele, comprovam o comprometimento do prefeito com o funcionalismo público.

Entre eles, o fato de o salário da Prefeitura nunca ter sido pago com atraso, e o pagamento também sempre em dia do 13º salário.

Segundo o edil, isso não acontece em centenas de cidades brasileiras que, por causa da crise, não conseguem garantir as despesas com o funcionalismo como determina a lei.

Por sua vez, o vereador Geraldo Mendanha (PSD), em depoimento à assessoria de comunicação da Câmara, afirmou que mesmo diante de um cenário ruim visto em várias cidades de Minas, o prefeito conseguiu dar um reajuste tendo como base a responsabilidade do limite de gasto com a folha de pagamento.

A parte do texto que fala do reajuste foi retirado do site da Câmara de Itabirito.