Alguns dos detidos. Foto: PC

ITABIRITO (MG) – Na manhA? desta quinta-feira (8), a operaA�A?o a�?Punishera�?, realizada pela PolA�cia Civil de Minas Gerais em Itabirito prendeu 11 pessoas e cumpriu 14 mandados de busca e apreensA?o.A�

PUBLICIDADE
WhatsApp Minuto Mais

Segundo o site da PC, a�?o intuito da operaA�A?o foi localizar suspeitos de integrarem uma organizaA�A?o criminosa ligada ao trafico de drogasa�?.A�

MovimentaA�A?o em Itabirito. Foto: PC

a�?As investigaA�A�es tiveram inA�cio a partir da apuraA�A?o de um duplo homicA�dio cometido no dia 8 de novembro de 2017. Os levantamentos constataram que os envolvidos no crime pertenciam a uma organizaA�A?o criminosa que comandava o trA?fico de drogas em diversos bairros da cidade, e que estariam envolvidos em diversos homicA�diosa�?, informou o site oficial.

Ainda segundo a PC, a�?iniciadas as investigaA�A�es, os policiais civis conseguiram identificar os suspeitos do duplo homicA�dio, alA�m de outros indivA�duos que estariam envolvidos no trA?fico de drogas, fato que culminou com a expediA�A?o de 14 mandados de busca e apreensA?o, dez mandados de prisA?o temporA?ria e uma prisA?o em flagrantea�?.A�

PrisA�es

Foram presos Fernando de Assis Vieira, Daniel Neres Oliveira, Paulo Henrique Coelho, Matheus Alencar AragA?o Moreira, NarcA�sio Michel Pedrosa Pereira, Wanderson Felipe Miranda Silva, Ricley Robson AraA?jo Soares, Thiago LA?cio de Arcanjo, Janete Bernardo InA?cio, Richard Lucas MagalhA?es e Vanda Geralda Martins Vieira.

Com o grupo, foram apreendidas uma arma de fogo com numeraA�A?o raspada, um colete balA�stico, pedras de crack, buchas de maconha e uma balanA�a eletrA?nica.

Participaram da operaA�A?o, 105 policiais civis das Delegacias Regionais de PolA�cia Civil em Ouro Preto, Vespasiano, Santa Luzia, SabarA?, Nova Lima e Ponte Nova.

O nome da aA�A?o policial faz alusA?o ao seriado de TV baseado na revista em quadrinhos do a�?Justiceiroa�?, em que o personagem e sua equipe combatem o crime organizado na cidade.

InformaA�A�es extraoficiais dA?o conta de que parte considerA?vel das prisA?o se deu no bairro Agostinho Rodrigues.