Luciana Senem, responsável por receber as denúncias de crimes contra mulheres em Itabirito. Denúncia de violência contra a mulher pode ser feita pelo 180 (ligação gratuita) ou pessoalmente na delegacia. Foto: Minuto Mais

Em 99% das ocorrA?ncias de violA?ncia domA�stica em Itabirito (MG), a vA�tima A� mulher. Segundo a escrivA? responsA?vel pelos casos que se enquadram na Lei Maria da Penha, Luciana Senem, da delegacia de Itabirito, a�?A� preciso que a vA�tima ou uma testemunha denuncie, o que muitas vezes nA?o acontece. SA?o situaA�A�es graves demais para ficarem impunesa�?. Em Itabirito, somente em 2017, foram mais de 300 casos registrados na PolA�cia Civil de crimes contra mulheres.

O Minuto Mais esteve, nesta quinta-feira (21), na Delegacia de PolA�cia Civil (PC) itabiritense para pegar informaA�A�es a respeito de um caso que chocou a cidade e que envolveu a vA�tima ClA?udia ConceiA�A?o da Silva (38). Ela estA? em observaA�A?o no Hospital JoA?o XXIII, em Belo Horizonte. ClA?udia foi espancada pelo namorado MoisA�s Augusto de Lima (31), no sA?bado (16), em um bar do bairro SA?o Matheus. O motivo seria passional.

No dia seguinte, ela foi internada com isquemia cerebral, problema que se dA? por falta de oxigenaA�A?o no cA�rebro. Segundo a ocorrA?ncia policial, no domingo (17), ClA?udia, por causa da complicaA�A?o mA�dica, estava aA�rea, olhando em um ponto fixo, com fala desconexa.

NA?o hA? certeza absoluta de que quadro de saA?de da vA�tima tenha relaA�A?o direta com a violA?ncia sofrida por ela.A�

MoisA�s. Foto: reproduA�A?o

Dois mA�dicos legistas ouvidos pela PolA�cia Civil de Itabirito disseram que a isquemia cerebral nA?o se dA? por causa de espancamento. Contudo, a tensA?o nervosa pode sim desencadear o problema.

Outra hipA?tese A� de que a hemorragia que ela teve pode ter sido provocada pela violA?ncia e este problema mA�dico especificamente teria contribuA�do para a isquemia.

A avaliaA�A?o mA�dica final, segundo Luciana, serA? com base no que concluA�rem os especialistas do JoA?o XXIII.

MoisA�s nA?o estA? sendo procurado pela polA�cia. NA?o hA? mandado judicial contra ele. As investigaA�A�es estA?o no comeA�o a�?Fomos atA� a famA�lia da vA�tima hoje para sabermos o que de fato aconteceua�?, disse Luciana.

MoisA�s tem histA?rico de violA?ncia. Ele jA? responde a um processo por ter batido em outra namorada hA? cerca de dois anos.

a�?Em situaA�A�es de violA?ncia contra a mulher, a delegacia deve ser procurada. Em 100% dos casos de pedidos de medidas protetivas, a JustiA�a defere. Sendo assim, o autor tem de manter distA?ncia da vA�timaa�?, disse Luciana.

Atualizada A�s 21h25 de 21/12/2017.