Obrigado a você, internauta, que curtiu o Minuto Mais. Arte: Leonardo Borges - especial para o Minuto

Com mais de 15 anos de existência, o site Minuto Mais se tornou referência em jornalismo não somente na “cidade sede”, Itabirito (Região Central de Minas), mas também nas vizinhas Ouro Preto e Mariana.

Recentemente, o Minuto ultrapassou a marca de 43 mil curtidas no Facebook. Trata-se da página itabiritense de maior “audiência” dessa rede social.

No Instagram, são quase 10 mil seguidores (o Minuto admite que, no Instagram, o alcance é pífio se for levada em conta a capacidade da Redação e a força desta rede social em específico).

Voltando ao Facebook, comparando a página do Minuto com de outras empresas infinitamente maiores, como rede de supermercados e até instituições públicas (como Prefeitura), o Minuto ainda consegue ter muito mais curtidas e seguidores.

Segundo o Facebook, 59% das pessoas que curtem a página do Minuto são mulheres. Dessas mulheres, a faixa etária mais significativa (quando o assunto é audiência) varia de 25 anos a 34 anos (19%).

Os homens são 41% das pessoas que curtem a página. Desses, a maior parte (14%), variam de 25 anos a 34 anos.

Quando se fala em um site de Itabirito com 43 mil curtidas no Facebook, pensa-se que 80%, pelo menos, dessas curtidas sejam de itabiritenses. Não é bem assim. Itabirito é responsável por 12.810 curtidas, Ouro Preto: 3.798, Belo Horizonte: 3.229 e Mariana: 2.259.

O distrito de Cachoeira do Campo, em Ouro Preto, é tão expressivo sob o ponto de vista populacional e territorial que o Facebook praticamente o considera como uma cidade. Em Cachoeira, o Minuto tem 1.029 curtidas (outros distritos de Itabirito, Ouro Preto ou Mariana não aparecem em separado no detalhamento do Facebook).

Dado interessante são as curtidas em localidades estrangeiras. 194 curtidas nos Estados Unidos, 160 em Portugal, 49 na Argentina e 43 em Angola. É claro que não se tem a pretensão de achar que algum americano, por exemplo, se interesse por um site de itabirito. Na verdade, a maioria são pessoas que moram nesses países, mas tem vínculos com a Região dos Inconfidentes (onde Itabirito está inserida).

Google Trends

O Google Trends mede o quanto algum nome é procurado no Google. O internauta pode inclusive comparar para saber qual nome tem mais força no poderoso site de renome mundial.

O Minuto Mais perde para a palavra “Itabirito” e para empresas de nacionalmente conhecidas como Vale e Supermercados Epa. Contudo, ganha disparado de todas as firmas genuinamente itabiritense.

Emplacando matéria na grande imprensa

A credibilidade do Minuto quando o assunto é Itabirito é comum na grande imprensa. Assuntos que tiveram suas publicações primeiramente no Minuto já foram destaque na Rede Globo (MGTV e Jornal Nacional), TV Alterosa (SBT Minas), TV Band Minas e Record TV Minas; jornais Estado de Minas, Super (impresso e rádio), O Tempo, Hoje em Dia e Correio Braziliense; portais G1, R7, UAI, UOL e BOL; bem como parte considerável da imprensa especializada em automóveis que citou o Minuto quando o site noticiou, em primeira mão, um acidente, em terras itabiritenses, envolvendo um carro de teste da Fiat.

A credibilidade do Minuto passa pelos coirmãos de Itabirito: como o site Sou Notícia e o jornal O Grito. E de Ouro Preto: como o site Mais Minas (talvez a maior audiência da Região dos Inconfidentes) e o jornal O Liberal. Isso sem falar nas rádios Cidade FM e Estrada Real (ambas de Itabirito).

Passa também pelo parceiro em Brasília (DF): Poder 360. No caso, o Minuto tem um contrato para a reprodução de conteúdo do Poder.

À imprensa, ao povo de Itabirito, Ouro Preto, Belo Horizonte, Mariana e de toda Minas Gerais, o Minuto diz: MUITO OBRIGADO.