Marcha para Jesus na porta da Prefeitura. Foto: divulgação

Neste feriado de 15 de Agosto, os movimentos religiosos estiveram em alta em Itabirito (Região Central de Minas). Pela 15ª vez na cidade, aconteceu a Marcha para Jesus promovida pelo Conselho Educativo de Evangélicos de Itabirito (Colei). Segundo a organização, de 800 a 1.000 pessoas acompanharam a marcha que saiu do Jardim São Cristóvão às 16h, seguiu pelas ruas do Centro e finalizou o percurso na Praça da Estação, onde centenas de pessoas assistiram ao show da banda Preto no Branco, um grupo gospel de renome nacional com vídeos visualizados milhões de vezes na internet.

Oração na Praça da Estação. Foto: divulgação
PUBLICIDADE
WhatsApp Minuto Mais

Este ano, a marcha tem como tema “Não ao aborto”. A descriminalização do aborto para gestantes de até 12 semanas está sendo discutida pelo Poder Judiciário brasileiro.

Na porta da Prefeitura e da Câmara de Vereadores, a marcha parou por alguns minutos. No local, foi feita uma reflexão: “Se o prefeito Alex Salvador fechar as portas para as pautas de esquerda, como a legalização do aborto, das drogas, a ‘ideologia’ (identidade) de gênero, o governo dele vai prosperar, vai ser abençoado. É preciso que o prefeito e os vereadores tenham uma pauta conservadora. Isso para preservar a família brasileira”, acredita o pastor Anderson Martins, da Assembleia de Deus e presidente do Colei.

O pastor aproveitou para agradecer ao prefeito. Segundo Anderson, o chefe do Executivo apoia as igrejas evangélicas, a Marcha para Jesus, e reconhece estas instituições como de utilidade pública. “Nós ajudamos muitas famílias, tirando pessoas das drogas”, garante.

Além do já citado, pastores como Roberto (da Shalom), Márcia (da Quadrangular) e Gesiel (da Igreja Batista da Lagoinha de Belo Horizonte) participaram do evento.

Política de Itabirito – bastidores do show na praça

Nos bastidores da show da banda Preto no Branco, estiveram juntos o prefeito Alex Salvador e vereadores Tila do Social (PMN) e Dr. Edson (PRB).

Aliados do prefeito, em mensagem ao Minuto Mais, garantem que tal encontro é uma forma de demonstrar que Dr. Edson continua apoiando a administração, apesar de não mais pertencer à bancada governista.

Matéria atualizada às 22h44 de 15/8/2018.