Elza Fortes. Foto: arquivo de família

“Era uma pessoa alegre, maravilhosa, amada e conhecida por todos pelo seu sorriso e seu fusquinha amarelo”. As palavras são de Ana Luiza Fortes de Lima referindo-se à sua avó Elza Rodrigues Forte que morreu, em Itabirito (Minas Gerais), aos 86 anos, vítima de complicações decorrentes de uma bronquiectasia (dilatação e distorção irreversível dos brônquios).

PUBLICIDADE
WhatsApp Minuto Mais

Elza ficou internada oito dias no Hospital São Vicente de Paulo, em Itabirito, onde faleceu nesta segunda-feira (5), às 10h30.

Ela deixa quatro filhos e quatro netos. Um deles é Gil Fortes, que trabalha em Nova York como cabeleireiro de estrelas de Hollywood.

Elza foi casada com Bras Fortes, conhecido como Brasinho. Ele morreu há 31 anos.

Elza Fortes completaria 87 anos no dia 5 de dezembro. Ela era fã dos Canarinhos de Itabirito, coral que durante anos acompanhou.

O velório está acontecendo no Antônio Maia, ao lado do cemitério velho. O enterro está marcado para às 17h, no Cemitério São João Batista (velho).