Dário Júnior - campeão na MX5. Foto - Tiago Lopes e Victor Silva - Show Radical

Resultados:

50cc

1º #160 Felipe Menezes

2º #3 Bernardo Tiburcinho

3º #50 Renato Cobucci

4º #17 Lucas Pereira

5º #712 Gustavo Torres

Intermediária

1º #105 Júlio Pedrosa

2º #614 João de Camargo

3º #221 Rodinaldo Mateus Borilli

4º #29 Romeu Borges

5º #55 João de Oliveira

Nacional

1º #222 Venâncio Sanseverino

2º #33 Diego Dedel

3º #99 João Xavier

4º #45 ALEFITH LANGAMES

5º #676 Danilo Santana

Júnior

1º #891 Gustavo Pessoa

2º #8 Pepê Bueno

3º #9 Léo Souza

4º #258 João Vitor Carvalho

5º #114 Leonardo Cassar

MX4

1º #175 Hudson Pereira

2º #15 Dário Júnior

3º #457 Joseph Alves

4º #37 Vinícius Rachid

5º #25 Walter Tardin

MX5

1º #15 Dário Júnior

2º #44 Fred Santos

3º #53 André Benati

4º #110 Antônio Fontes

5º #449 Luis Rosa

MXF

1º #222 Marcely Cazadini

2º #2 Lays Cazadini

3º #22 Larissa Daló

4º #325 Ana Vieira

5º #119 Iris Vieira

Da Comunicação do Motoclube Cassios Racing

O primeiro dia de provas da 2ª etapa do Campeonato Mineiro de Motocross foi marcado por disputas emocionantes entre os favoritos. As mulheres foram as que mais se destacaram e levantaram o público de 4 mil pessoas que compareceu à pista da R. Principal, s/nº, Córrego do Bação, em Itabirito, neste sábado (15).

A MXF começou com Marcely Cazadini na frente e Larissa Daló logo em seguida. A irmã mais nova de Marcely, Lays Cazadini, não largou tão bem. No entanto, ao longo da corrida ela conseguiu alcançar as adversárias e ficou em segundo lugar. Daló ficou na terceira colocação e as também irmãs Iris e Ana Luisa Vieira terminaram em quarto e quinto lugares, respectivamente.

Lays considerou seu segundo lugar um grande presente, já que a piloto comemora hoje o seu aniversário de 16 anos. Além disso, ela andou pela primeira vez com uma moto 250 cilindradas. “Existe muita rivalidade dentro da pista, então se não existir respeito entre as pilotos e irmãs, acho que nenhuma de nós estaria aqui com o troféu na mão”, disse Laís.

Júnior

Na Júnior, o paulista Gustavo Pessoa conquistou mais uma vez o troféu da sua categoria. No início da corrida, o atleta de Barbacena, João Victor Carvalho, largou melhor. Porém, Gustavo acelerou e nas voltas seguintes e tomou a primeira colocação. João e os curitibanos Léo Souza e Pepê Bueno protagonizaram uma disputa acirrada pelas outras colocações do pódio, que ficou com Pepê em segundo, Leo Souza em terceiro, João Victor em quarto e Leonardo Cassaroti em quinto.

Nacional

O vencedor desta prova foi um piloto que se acidentou no treino da manhã e acabou desmaiando. Após se recuperar, Venâncio Sanseverino, de Visconde Rio Branco, disparou na frente quando foi dada a largada e não cometeu nenhum erro. Atrás dele vieram Diego Dedel na segunda colocação, João Xavier na terceira, Alefith Langames, Danilo Santana.

Intermediária

Na categoria Intermediária, o piloto de Martinho Campos, Romeu Borges fez o holeshot, mas na quarta volta foi ultrapassado pelo mineiro de Cachoeira do Campo Túlio Pedrosa. Túlio havia começado em quinto lugar, mas andou forte e levou a ponta. A cada trecho da pista ele abriu mais a diferença para os concorrentes e finalizou o percusso com uma vantagem de quase um minuto em relação o segundo colocado, João de Camargo. A terceira posição ficou com Rodinaldo Mateus, a quarta com Romeu Borges e a quinta com João de Oliveira.

MX4

A corrida da MX4 teve pegas emocionantes entre os atletas Dário Júnior, Hudson Pereira, Joseph Alves, Vinícius Rachid e Walter Tardin, que chegou a liderar. Durante os 10 minutos e mais duas voltas de prova, eles revesaram as posições. A diferença entre eles não passou de cinco segundos no final da etapa. O pódio ficou com a seguinte formação: Hudson Pereira em primeiro, Dário Júnior em segundo, Joseph Alves em terceiro, Vinícius Rachid em quarto e Wlater Tardin em quinto.

MX5

A MX5 foi totalmente dominada pelo mineiro de Formiga, Dário Júnior. Experiente e muito bem preparado, Dário era o favorito para a prova e conseguiu cumprir a expectativa. Ele largou na primeira colocação e andou toda a corrida com tranquilidade. Depois dele apareceram Fred Santos no segundo lugar, André Benatti em terceiro, Antônio Fontes quarto e Luis Fontes fechando o pódio.

50cc

A categoria 50cc foi liderada a maior parte do tempo pelo belo-horizontino Bernardo Tibúrcio. Ele largou na frente e ficou na ponta até a última volta, quando caiu e foi ultrapassado pelo goiano Felipe Menezes. Em seguida, vieram Renato Cobucci, Lucas Pereira e Gustavo Torres.

Domingo

Neste domingo ainda ocorrerão mais sete corridas válidas pela 2ª Etapa do Campeonato Mineiro de Motocross. O público poderá conferir a disputa na MX2, 65cc, MX3, Nacional Pró, Amador, 85cc e MX1. Os treinos livres começam a partir de 8h, os classificatórios às 10h e as provas às 13h.

Por volta de 12h30, no intervalo do almoço, será realizada mais uma apresentação de freestyle. Os pilotos Ciro Oliveira e Rodrigão FMX utilizarão as rampas construídas na pista do Córrego do Bação para realizar saltos radicais, como o Ruler, Whips sincronizados e o Heart Attack, comuns em competições do exterior, como X-Games e X-Figther.