Carnaval em Itabirito é exemplo de convivência na cidade. Foto: Sanderson Pereira
Errata: A imagem de uma festa tradicional de Itabirito (no caso, carnaval) foi colocada erroneamente. O que o Fórum espera não são fotos de pessoas em grande eventos da cidade e sim em igrejas, no Alto do Cristo, por exemplo. Clique aqui para mais informações.
O Fórum da Comarca de Itabirito convida a população para participar do concurso fotográfico “Arte em Foco – Justiça e Sociedade”.

O tema são cenas do cotidiano urbano da cidade. As inscrições já estão abertas e vão até 20 de novembro. As fotos podem ser entregues na sala da administração, das 8h às 18h. Qualquer pessoa acima de 18 anos pode participar.

Aos três primeiros lugares serão entregues certificados, e serão expostos com outros trabalhos qualificados de 1º a 15 de dezembro nos espaços comuns do Fórum Desembargador Edmundo Lins.

O juiz Antônio Francisco Gonçalves, diretor do foro da comarca, afirma que a intenção da iniciativa é que os cidadãos de Itabirito conheçam o prédio da Justiça. “Muitas pessoas ainda têm uma imagem de medo ou frieza em relação ao fórum, mas aqui estamos abertos à sociedade, queremos que todos venham participar ou visitar a exposição”, afirma. Segundo ele, a ideia do concurso veio tanto de servidores como de outros moradores da cidade.

O magistrado espera ver fotos de pessoas frequentando lugares, vilas, mercados ou praças, lugares turísticos ou escondidos, qualquer canto onde haja vida urbana e convivência. Ele espera que os fotógrafos saiam pelas ruas e encontrem esses espaços habitados. O juiz conta que mora em Itabirito há dez anos, mas ainda não conhece toda a cidade, e com a exposição vai ter a oportunidade de conhecer mais lugares através da poesia dos olhos dos moradores.

Cada pessoa poderá enviar somente uma fotografia, que deverá ser inédita e de autoria própria. A imagem poderá ser produzida com qualquer equipamento – câmera, celular, tablet etc. Ela deverá ser entregue em arquivo e impressa em papel A4 Office ou papel fotográfico semelhante no tamanho 210 mm X 297 mm, com breve descrição da ideia pretendida pelo autor. O trabalho deverá vir acompanhado de título, seguido do primeiro e do último nome do autor.

A comissão avaliadora, formada por três pessoas, levará em consideração os seguintes critérios: conceito, qualidade estética, originalidade e o respeito aos padrões estabelecidos pelo regulamento.

Texto: Assessoria de comunicação do Tribunal de Justiça de MG