Maravilhas II, Itabirito. Foto: reprodução

Diante da informação veiculada em um post no Grupo (fechado) Itabirito MG (do Facebook) de que Maravilhas 2 e Maravilhas 3, barragens da Vale, em Itabirito (MG), poderiam se romper, o Minuto Mais verificou que a informação não é recente.

Por sua vez, o Ministério Público de Itabirito (que cuida da pasta de Meio Ambiente) disse que “não existe essa informação na Promotoria em Itabirito. A promotora de Nova Lima é que tomou providencias nesse sentido”, disse o funcionário do MP ao Minuto.

Procurado pela reportagem, um funcionário do Ministério Público de Meio Ambiente de Nova Lima disse que “realmente existe uma ação nesse sentido”, mas que já está no Fórum. “Não podemos passar informação pelo telefone”.

O funcionário nova-limense, no entanto, disse à reportagem como obter informações precisas sobre o caso (busca no site ou pedido de vistas no Fórum de Nova Lima). O Minuto está tentando achar o processo para saber em que patamar ele está. Mas até agora, sem sucesso

Segundo o post do Grupo Itabirito MG, moradores de determinadas áreas de Itabirito e Nova Lima, teriam de sair de suas casas por causa do risco iminente de rompimento.

O post veiculado no grupo não é falso. Todavia, trata-se de uma matéria assinada pelo repórter João Henrique do Vale, do jornal Estado de Minas, datada de 5/10/2018.

Da forma com que foi postada, e diante da situação vivida com o rompimento em da Barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho, a impressão que se tem é que foi uma solicitação do MP feita após a tragédia de Brumadinho.    

Matéria atualizada às 15h22, de 28/01/2019.

Post do Grupo Itabirito MG. Matéria do Estado de Minas de cerca de 3 meses atrás. Imagem: reprodução