GM no Bela Vista: população aprova. Foto: Minuto Mais

A� notA?ria a satisfaA�A?o da populaA�A?o do Bela Vista, em Itabirito (MG), em ter a Guarda Civil Municipal presente no bairro durante as noites e madrugadas. O objetivo A� coibir as algazarras, a baderna, o uso de som automotivo, de drogas e a associaA�A?o de bebida alcoA?lica com direA�A?o.

PUBLICIDADE
WhatsApp Minuto Mais

Na quinta-feira (28), uma blitz em conjunto com a PolA�cia Militar foi realizada. JA? nesta noite de sexta-feira (29), os GMs estA?o realizando uma a�?operaA�A?o presenA�aa�?. a�?A� surreal! FantA?stica! Uma hora dessa, era para eu estar com muita raiva por nA?o conseguir escutar de dentro da minha prA?pria casa o que eu gosto de ouvir, ou seja, sou obrigado a suportar as mA?sicas dos carros de som da rua. Se fosse mA?sica boa, tudo bem. Mas A� sempre funk pesadoa�?, disse Renato LuA�s Rosa, morador hA? 1 ano e 8 meses da Avenida Manoel Salvador de Oliveira, de frente A� PraA�a do Cruzeiro, onde estA? acontecendo a operaA�A?o da GM.

Com cerca de 10 homens e quatro viaturas, os GMs nA?o ficam somente no Bela Vista. Do alto do bairro, A� possA�vel ouvir sons automotivos de vA?rias partes da cidade. Quando isso acontece, os guardas saem na tentativa orientar ou atA� mesmo de multar o infrator.

O Minuto Mais ficou por cerca de 1h com os GMs no Cruzeiro. Em todo momento, uma viatura se deslocava para outro ponto da cidade, sempre indo a locais onde sA?o constantes as reclamaA�A�es por causa de barulho.

a�?Vamos atuar tambA�m nas noites de sA?bado (30) e de domingo (31). Vamos pegar pesado com a baderna em Itabiritoa�?, disse o secretA?rio de SeguranA�a e TrA?nsito da Prefeitura, Carlos Henrique Luke, que esteve na operaA�A?o.

Segundo o secretA?rio, a aA�A?o da GM se dA? por meio de uma parceria com a Policia Militar. “HA? uma viatura da PM para nos dar apoio. Se precisar, a gente liga e os policiais aparecem em minutos”, garantiu o secretA?rio, salientando a respeito da importA?ncia de se ter como apoiador da operaA�A?o o capitA?o comandante PM, GlA?ucio Sigaud.A�A�

A moradora da Avenida Manoel Salvador de Oliveira, Isa Maria, aprovou a aA�A?o e disse que nos dias em que a Confraria Pub funciona, o incA?modo A� grande em vA?rias pontos do bairro. a�?Os clientes bebem e saem de carro, cantam pneu, colocam o som alto, e ficam gritando madrugada adentroa�?, afirmou.

Outra moradora da avenida, que nA?o quis se identificar, disse que hA? um quarto nos fundos da casa dela que A� usado para fugir do barulho excessivo dos fins de semana do bairro. a�?Barulho que existe porque a Confraria atraiu o movimento para cA?a�?, acredita ela.

Sabe-se que a Confraria Pub fez investimentos na infraestrutura da edificaA�A?o, adequando-a acusticamente para que o som produzido dentro do estabelecimento nA?o vaze de maneira veemente para o exterior da casa de show.A�

A todo momento, viaturas da GM se deslocavam para outros bairros. O objetivo A� o combate A� baderna dos fins de semana. Foto: Minuto Mais

Sabe-se tambA�m que o proprietA?rio nA?o incentiva a baderna, e orienta clientes e amigos a nA?o perturbarem o sossego do Bela Vista.

Contudo, muitas vezes, os clientes do Pub e frequentadores das redondezas insistem em nA?o respeitar a populaA�A?o do bairro. a�?Tivemos casos de a confusA?o acabar A�s 5h (…). Uma vizinha, todo domingo pela manhA?, cata embalagens e cacos de vidros deixados na PraA�a do Cruzeiro. No A?ltimo domingo, ela pegou 48 garrafas. Essa vizinha faz isso porque crianA�as tambA�m usam o espaA�oa�?, disse Renato Rosa.

Em um prA�dio nas proximidades do Cruzeiro, nA?o surgem interessados em alugar os apartamentos que dA?o de frente A� praA�a. O motivo A� a bagunA�a da rua nas noites de sexta e sA?bado, principalmente.

Um morador comentou com os GMs que em momentos de baderna no Bela Vista, as janelas da casa dele chegam a tremer em plena madrugada do fim de semana. A�A�A�A�A�A�A�A�A�A�A�A�A�A�A�A�A�