Praticantes de artes marciais de Itabirito podem contar com técnicas vindas da Coreia. Foto: divulgação

Mayra Michel – Especial para o Minuto Mais

Mestre Douglas treina com a equipe da escola Jin Jung Kwan. Foto: divulgação

Praticantes das artes marciais podem contar com um diferencial em seus treinos a partir deste mês de junho. Após 45 dias de especialização na Coreia do Sul, o mestre Douglas Rosendo volta à cidade para ensinar a seus alunos todas as técnicas aprendidas diretamente de lutadores que são referências mundiais. “Saí do Brasil pela terceira vez com destino a Coreia do Sul, um país fantástico em todos os aspectos: cultura, educação, política, alimentação e, é claro, meu maior incentivador diferencial, as artes marciais”, conta mestre Douglas.

Mestre Douglas se especializa em Espada Coreana, Haedoing Gumdu. Foto: divulgação

Como incentivo para a viagem, o mestre destaca que é importante buscar especialização no país de tradição do esporte para trazer diferencial para seus alunos. “Pude aprimorar minhas técnicas no taekwondo, treinando em uma universidade de alto rendimento e em academias tradicionais, onde aprendi mais sobre o taekwondo tradicional, que é bem diferente do olímpico”, explica Douglas Rosendo. Em seu roteiro, ele destaca o taekwondowon, em Muju, que conta com museu, área interativa, jogos virtuais e em 3D de taekwondo, entre outras atrações. “Também treinei em Kukkiwon – Quartel General do Taekwondo Mundial, onde também participei de uma reunião internacional que tratou assuntos relativos ao Mundial de 2019 em Seul”, completa.

Coreia é palco para especialização de mestre de Itabirito. Foto: divulgação

Com turmas de hapkido em Itabirito, Douglas conta que teve a honra de, pela segunda vez, treinar com grão mestre Lee Chang Soo, responsável pelo hapkido em mais de 100 países. “Pude aperfeiçoar técnicas militares em diversos setores, como: condução, imobilização, algemação, tonfa, entre outras técnicas. Aprendi mais sobre o trabalho do hapkido para cadeirantes, para poder, junto com a Federação Mineira de Hapkido Interestilos, desenvolver o Projeto Hapkido Sobre Rodas”, conta o mestre. “Além das técnicas, ganhei uma família coreana. Grão mestre Lee, juntamente com seus alunos e discípulos, me acolheram e cuidaram de mim durante minha especialização tão longe de casa”, destaca.

Treinamento com equipe de Taekwondo coreana.
Foto: divulgação

Além das modalidades já tradicionais em Itabirito, Douglas Rosendo volta com novidades. “Mestre Sang, 7º Dan em Haedoing Gumdo, me treinou muito com a Espada Coreana. Sempre gostei de espada, mas ainda não tinha tido a oportunidade de aprender. Mestre Sang está querendo visitar o Brasil em breve e, com certeza, os praticantes da Sport Defense terão um momento de aprendizado com ele também”, afirma.

Por fim, a especialização em artes marciais também incluiu técnicas com o sam dang bong, arma de 3 pontas (nunchaku de 3 pontas), que Douglas Rosendo conta ter tido interesse pela modalidade há cerca de 1 ano. “E ainda tive o imensurável prazer de assistir a um treino de taekyon, arte antecessora ao taekwondo. Foi incrível!”, finaliza o mestre.

Carreira esportiva

Douglas Rosendo é professor de artes marciais e tem mais de 400 alunos em Itabirito e região. O esportista já treinou com diversos mestres conceituados pelo mundo e lidera uma equipe que compete em campeonatos pelo Brasil. Além de proprietário da Academia Sport Defense, Douglas possui o Projeto Sol Nascente, no qual ministra aulas de hapkido, gratuitamente, para crianças e jovens.

Informações sobre a Academia Sport Defense, acesse www.academiasportdefense.com.br .