Assassinato em Itabirito: Caso Tifu é destaque na mídia estadual

O assassinato de Andreza Aparecida Alves, 33 anos, cometido, dia 11, por Cleonildo de Paula Santos, o Tifu, ganhou repercussão na mídia estadual. A TV Record fez uma reportagem completa que pode ser vista no vídeo abaixo. Os jornais Estado de Minas, O Tempo e Hoje em Dia também repercutiriam o assunto.

O motivo do crime teria sido a revolta dele diante do término do relacionamento com ela. Leia também: Motorista do vice-prefeito de Itabirito é acusado de matar ex-mulher.

Suicídio

Informações espalhadas pelo WhatsApp davam conta de que Tifu teria se suicidado após o crime, dando um tiro em seu próprio peito. A polícia desconhece essa informação. Portanto, por enquanto, trata-se de um boato.

Contudo, Paulo Henrique, capitão da Polícia Militar em Itabirito, garantiu que o carro, um Gol modelo antigo, de Tifu foi encontrado na estrada de Engenheiro Correia. “Ao que tudo indica, ele tentou fazer uma curva e perdeu o controle da direção. Uma cerca estava arrebentada e havia marcas no chão”, disse.

Medida protetiva

Em um primeiro momento, o Minuto Mais divulgou que ele não teria registros anteriores de envolvimento em crimes. Contudo, familiares de Andreza disseram que ela entrou com um pedido na Justiça como medida protetiva. Isso se deu por causa das brigas entre os dois. A Justiça decidiu que Tifu não poderia ter contato com ela e teria de se manter afastado da ex-mulher.

Relembre o crime

O suspeito acertou três disparos na ex-mulher. No momento do crime, ela estava acompanhada da mãe e do filho (com pouco mais de 1 ano de idade).

Após o crime, Tifu fugiu em um Gol (modelo antigo) branco no sentido Engenheiro Correia. Na fuga, ele atingiu um motociclista que tentou barrá-lo. Até o momento, Tifu continua foragido.

Tifu era motorista do vice-prefeito de Itabirito, Wolney de Oliveira. O político não quis comentar o caso.

Deixe seu comentário: