Max Forte, vereador. Foto: Minuto Mais

ITABIRITO (MG) – De autoria do vereador Max Fortes (PSB), foi aprovado em segunda votaA�A?o, na reuniA?o ordinA?ria da CA?mara de Vereadores, desta segunda-feira (2), o Projeto de Lei 39/2017 que muda as regras para a contrataA�A?o de empregados da Coca-Cola (empresa que fica no municA�pio). Com a aprovaA�A?o do projeto, 80% das futuras contrataA�A�es feitas pela empresa de bebidas devem ser destinadas obrigatoriamente para pessoas de Itabirito.

PUBLICIDADE
WhatsApp Minuto Mais

Contudo, a multinacional foi enfA?tica ao responder aos questionamentos do Minuto Mais sobre o projeto. a�?A Coca-Cola Femsa Brasil informa que, desde o inA�cio da operaA�A?o de sua fA?brica em Itabirito em 2015, as contrataA�A�es de mA?o de obra local tA?m sido priorizada. A engarrafadora esclarece que teve acesso ao Projeto de Lei 39/2017 e ressalta que o projeto nA?o estA? de acordo com o estabelecido no Termo de Compromisso assinado com a Prefeitura de Itabirito em 2011 e aprovado pela prA?pria CA?mara dos Vereadores do municA�pioa�?, informou a Coca-Cola.

Isso quer dizer que a empresa nA?o vA? com bons olhos a nova lei a ser aprovada.

Contudo, o vereador estA? ciente dos possA�veis desdobramentos da histA?ria. Max nA?o descarta a hipA?tese de o MunicA�pio ser acionado pela Coca-Cola na JustiA�a. a�?Estou fazendo a minha parte, a CA?mara estA? fazendo a parte dela, bem como a Prefeitura. NA?o tem sentido uma empresa que recebeu benefA�cios do MunicA�pio nA?o empregar o nosso povo. A Coca-Cola A� a A?nica firma que foi incentivada e nA?o tem em seus quadros 80% de itabiritense. Ela diz que dA? preferA?ncia para o povo da cidade, mas nem 30% dos empregados sA?o de Itabirito. E outra coisa: jA? existe uma lei municipal a�?Empresa Ativaa�� que norteia essa questA?o. NA?o quero criar dificuldades para a empresa. Mas ao mesmo tempo, nA?o posso ver a dificuldade do povo e nada fazera�?, disse Max.

TramitaA�A?o

O projeto segue para a redaA�A?o final e em sequA?ncia para a sanA�A?o do prefeito Alex Salvador (PSD).

O que muda

A atual municipal lei que norteia as contrataA�A�es na Coca-Cola, de 2011, fala em disponibilizar as vagas da empresa preferencialmente para Itabirito, mas nA?o estabelece uma porcentagem mA�nima.

O novo projeto vai ao encontro A� atual a�?Lei Empresa Ativaa�?, que regulariza em exatos 80% o percentual de contrataA�A�es de pessoal em empresas que receberam cessA?o de terrenos (ou outros incentivos) da Prefeitura de Itabirito (caso da Coca-Cola).

Esta lei (Empresa Ativa) norteia as regras para a contrataA�A?o de funcionA?rios em firmas beneficiadas pelo MunicA�pio.

Empregados de outras cidades

Segundo o vereador Max, pelo projeto que estA? sendo discutido, caso nA?o haja em Itabirito o profissional procurado pela empresa, a fA?brica de bebidas pode procurA?-lo em outras cidades. a�?Entretanto, em parceria com a Prefeitura e a prA?pria Coca-Cola, cursos para a capacitaA�A?o do povo de Itabirito serA?o criados para suprir a falta itabiritense do profissional requisitadoa�?, disse o vereador.

A previsA?o A� que sejam criados algo em torno de mais 100 empregos na Coca-Cola nos prA?ximos anos. No ano passado, dos 390 empregados da Coca-Cola, somente 90 eram de Itabirito. a�?A intenA�A?o da lei A� mudar essa realidade. Isso A� urgente principalmente para minimizar os impactos da crise econA?mica brasileiraa�?, afirmou Max Fortes.