Nesta quarta-feira (7), o primeiro dia do Carnaval 2018 de Itabirito (Região Central de Minas Gerais) fez com que o Centro Histórico da cidade recebesse uma pequena multidão.

Famílias, crianças, pessoas fantasiadas, confraternização em clima amigável e ao som de marchinhas. Era isso que se via e ouvia na folia itabiritense.

Dados extraoficiais dão conta de que 700 a 1.000 pessoas marcaram presença na festa.  

Até as 22h, quando o Minuto Mais se retirou, nenhuma ocorrência policial aconteceu segundo informação da Polícia Militar.

O grupo de seresta Descendo a Ladeira e o Bloco Urucum (além de desfilar com o Bloco Zé Pereira), apresentaram-se em um mesmo palco. Nele, a seresta ficou na parte da frente e o Urucum atrás (em um plano superior). O efeito foi bastante interessante.  

O secretário de Patrimônio Cultural e Turismo da Prefeitura de Itabirito, Ubiraney Figueiredo, disse que a ida da folia para o Centro Histórico no primeiro dia de Carnaval teve uma intenção não só de valorizar a festa, mas também a cidade como um todo. “A quarta-feira é a parte genuína do Carnaval. Por isso, é no Centro Histórico. Cada morador dessa região recebeu uma carta por meio da qual a organização da festa pediu licença para realizar o evento no local. A carta também convidava a todos para a folia. O Centro Histórico é um patrimônio de Itabirito e o Carnaval também. Aqui é uma zona especial e as pessoas estão aprendendo a valorizar esse espaço no dia a dia”, disse ele.

Para o senhor Ivo Martins (83 anos), o primeiro dia de Carnaval em Itabirito superou a expectativa em organização e público. “Só se vê pessoas alegres”, disse ele referindo-se à festa.

O grupo Candonguêro (que também tem um bloco que é um grande sucesso de Ouro Preto) encerrou a noite.