Gleison, sonhos destruidos por um motorista bêbado. Ele é o que está aplicando o golpe. Foto: arquivo de família

Para ajudar a comprar uma prótese para Gleison, o internauta pode acessar o site vakinha.com.br e doar por meio da internet (clique aqui).

Outra forma é depositando o dinheiro na conta da esposa de Gleison: Banco Bradesco, agência 632, conta 0521913-2 (Natália Luzia Gomes).

Mais informações pelo telefone da operadora Oi: (31) 9 8541-1564 – fale com Raissa Jessica (prima de Gleison).

Gleison, na cadeira de rodas, com a família. Foto: arquivo de família

Imagine uma situação: um professor de taekwondo, que ama brincar com seu filho pequeno, motorista de carreta, um guerreiro no sustento da família, por causa de um acidente de trânsito, perde a perna esquerda. Provocado por um condutor que havia ingerido duas garrafas de cerveja, o acidente quase tirou a vida de Gleison Elias Teixeira, de 26 anos. O autor já está solto, respondendo em liberdade, mas ele não é o assunto central desta matéria.

O acidente aconteceu em 3 de dezembro de 2016, Gleison, a vítima, é nascido e criado em Itabirito, mas atualmente vive em Amarantina, distrito de Ouro Preto, Minas Gerais.

Na tragédia, o carro do autor atingiu a contramão e acertou em cheio a moto guiada por Gleison que voltava do trabalho em Congonhas para rever a família. O fato se deu na BR-356, nas proximidades do Terminal Rodoviário de Itabirito.

Gleison (à direita) – bons tempos. Foto: arquivo de família

No fatídico dia, Gleison teve perfurações nos dois pulmões, nove paradas cardíacas, seus rins pararam e a bacia saiu do lugar. Ele perdeu litros de sangue e foi levado de helicóptero para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, onde ficou 45 dias no CTI entre a vida e a morte.

O professor nasceu de novo, mas agora está em uma cadeira de rodas, afastado do trabalho, triste, depressivo. Não gosta de falar no assunto. O esporte, os passeios com o filho, a carreira: tudo isso parece fazer parte de um passado distante.

Gleison, o Minuto Mais e o povo da Região dos Inconfidentes estão com você

Inicia-se agora, por meio do Minuto Mais, uma campanha para a aquisição de uma prótese de perna para que Gleison volte a andar. Trata-se de um equipamento caríssimo e sofisticadíssimo. Isso porque, Gleison não teve de amputar parte da pena esquerda. O membro foi retirado por inteiro, na altura da bacia.

Conquistas encerradas por um acidente de trânsito. Foto: arquivo de família

O preço da prótese é R$ 54.000. Caso, o internauta não possa ajudar com qualquer quantia em dinheiro, a família de Gleison pede que, pelo menos, seja compartilhada esta matéria nas redes sociais para que alguém a leia e se disponibilize a fazer alguma doação.

Saiba como doar lendo o texto acima (em destaque).